5 de set de 2013

Fonoaudiologia na escola, invista nesta ideia!

O fonoaudiólogo pode facilitar de diversas formas o processo de ensino-aprendizagem, inclusive em um momento tão importante como a Alfabetização



Pelo segundo ano consecutivo, o Sistema de Conselhos Federal e Regionais de Fonoaudiologia reforçam no Dia Mundial da Alfabetização (8 de setembro), a importância da presença do fonoaudiólogo nas escolas para atuar em parceria professor/aluno/fonoaudiólogo. 
Regulamentada pela Lei 6965/81, a atuação do fonoaudiólogo nas escolas é bastante abrangente. A presidente da Comissão de Educação do Conselho Federal de Fonoaudiologia, Graziela Zanoni, explica que muitas vezes o fonoaudiólogo é procurado apenas quando algum problema de aprendizagem é identificado, mas a atuação do profissional vai muito além desse tipo de tratamento.
"Além de colaborar na orientação e no planejamento escolar, o fonoaudiólogo desenvolve um trabalho de pontencialização da aprendizagem ao participar das discussões das estratégias de ensino de acordo com a turma, o professor e a metodologia da escola, podendo inclusive prevenir possíveis problemas de aprendizagem", informa Zanoni, que lamenta o fato de que muitas escolas ainda não possuem um fonoaudiólogo em seu corpo de funcionários. "É preciso que os gestores públicos, corpo docente, diretores e sociedade em geral saibam da importância dessa parceria da Fonoaudiologia com a Educação", finaliza.


Saiba mais como o fonoaudiólogo pode colaborar nesse processo:
  • Fonoaudiologia presente na equipe pedagógica
A Fonoaudiologia na escola vai muito além do que se imagina. O fonoaudiólogo, com sua experiência e práticas a respeito dos processos de aprendizagem e da comunicação em geral, participa da equipe escolar na elaboração de projetos pedagógicos propondo atividades e situações rotineiras de sala de aula para que o professor possa otimizar o desenvolvimento da linguagem oral e escrita de seus alunos facilitando, dessa forma, todo o processo de ensino e aprendizagem.

  • Ajudando o professor nos programas de formação continuada
A Fonoaudiologia escolar tem como um de seus principais objetivos a melhoria da qualidade do ensino e, para tanto, desenvolve programas de formação docente, com recurso de realizar intervenções junto aos professores nas atividades escolares com os alunos, tendo como foco os processos de desenvolvimento da linguagem oral, letramento e alfabetização. 

  • Quanto mais cedo melhor
Identificar o quanto antes alterações no desenvolvimento da comunicação oral e escrita é fundamental. Cabe ao fonoaudiólogo educacional realizar os devidos encaminhamentos, assim como orientar a equipe escolar no sentido dos ajustes que devem ser feitos a fim de adequar as propostas pedagógicas às necessidades dos alunos, buscando condições mais propícias de aprendizagem. 
  • Professor, aprenda essa lição
O fonoaudiólogo cuida também do professor. Esse cuidado pode ocorrer quando promove orientações em relação a cuidados que podem melhorar o uso da voz, evitando ou diminuindo os problemas vocais tão comuns entre os professores, assim como aprimora suas habilidades didáticas por meio do desenvolvimento de estratégias mais eficazes de comunicação com os alunos.
  • Pais, façam a sua parte 
No trabalho com os pais, o fonoaudiólogo realiza orientações a respeito de possíveis dificuldades encontradas nos alunos, mobilizando-os para que busquem recursos externos quando necessários, assim como apresenta estratégias que os pais podem usar visando facilitar a comunicação e a aprendizagem de seus filhos. Orientações em relação às várias fases de vida da criança e os cuidados com a alimentação, respiração, hábitos orais e estímulos de fala e leitura, são alguns exemplos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou?