Síndrome de Down mostrando que não existem limites!!!




No dia 03 de março, Marília Gabriela recebeu o diretor Marcelo Galvão e os três principais atores do filme "Colegas": Ariel Goldenberg, Rita Pokk e Breno Viola.




No longa, três amigos com síndrome de Down vão em busca de seus sonhos. Ariel intrepreta Stallone, o menino que quer mergulhar no mar para encontrar a mãe em Atlântida. Na vida real, Ariel é casado com Rita, que ficou com o papel da sonhadora Aninha. Breno, faixa preta em judô, interpreta Márcio, personagem que sonha em voar como um pássaro.

Eles foram ao programa para falar sobre o sucesso do filme, suas histórias de vida e de superação, os prêmios que ganharam e planos para o futuro.
Confira as melhores frases da entrevista:


Marcelo


• Fui criado com um tio que tinha síndrome de Down. Ele tinha um coração gigante e era engraçado. Queria fazer um filme que tivesse essa alma.

• Testei mais de 300 candidatos. Tinha como referência a forma como eles lidavam com a câmera.

" ""Fui criado com um tio que tinha síndrome de Down. Ele tinha um coração gigante e era engraçado. "
"Queria fazer um filme que tivesse essa alma."Marcelo Galvão, o diretor

• O filme é totalmente inclusivo, mas não fala de síndrome de down.

• Eles não ganharam prêmios porque ficaram com dó deles, foi merecido.



Ariel

• Eu comecei fazendo teatro.

É minha primeira vez em um longa e valeu a pena.

• O Marcelo é um paizão para todos nós.

• Sou focado. Separo o que é vida real da ficção.



Rita

• Foi muito emocionante receber o prêmio (Kikito de Ouro).

• Não queria que as gravações acabassem, mas temos que tocar a vida.

• Estou esperando convites para fazer outros filmes e depois novelas.



Breno

• Estamos tentando levar o trailer do filme ("Colegas") para mostrar na ONU.

• Tenho o sonho de representar o Brasil nas Paraolimpíadas.

• Não sou galinha, sou galanteador.

• Se a gente não enfrentar o preconceito de cara, ele acaba com a gente.







Comentários

Postagens mais visitadas