PSICOMOTRICIDADE PARA BEBÊS

Primeira fase: até os 3 meses

Durante esse período, a vida do recém-nascido é ritmada pelo sono e pela alimentação, ritmo que deve ser respeitado. Desde essa idade a personalidade de cada um se revela. Alguns são bem ativos e outros mais quietinhos, mas todos tem necessidade de carícias, de palavras ternas, de estímulos, de movimento.








O que pode ser feito com o bebê?


A descontração: Nesta idade é o que há de mais importante. O corpo do bebê mostra-se muito rígido, braços e pernas dobrados, punhos cerrados. A mão é especialmente tranquilizante, a criança dormirá melhor e chorará menos. Você pode tentar essa descontração depois do banho, antes de deitar ou se o bebê chora muito (uns 5 a 10min devem bastar).
Alguns movimentos de ginástica: O termo ginástica pode parecer impróprio porque os movimentos são de fato reflexos musculares que correspondem a um estímulo. Mas se cada estímulo é a companhado por um encorajamento, se a cada resposta da criança você mostrar, pelo olhar, gesto e voz, seu contentamento, bem depressa a criança vai compreender o que lhe pede. Aos poucos esses movimentos desenvolverão a capacidade respiratória, facilitarão a digestão, darão um movimento regular aos instintos, tonificarão o conjunto dos músculos abdominais.

O movimento global:
O virar/revirar que se pode fazer cada vez que se troca a criança.

O que você deve saber:
1. Como carregar a criança;
2. Como deitá-la;
3. Como falar com ela;
4. Brinquedos;
5. O espaço;
6. Cuidados de higiene.







1) Descontração global

Posição: Colocar a criança de costas, sobre a bola não muito cheia ou sobre o tapete de EVA. Através de batidinhas regulares, lentas e dadas muito suavemente na bola ou na própria criança, obter o relaxamento do corpo (braços, pernas, nuca e costas)
Finalidade: Distenção corporal, familiarizar com a bola através do tato e da visão.


2) Abertura da mão
Posição: Deitar a criança de costas no tapete de EVA. Começar a distendê-la desde o ombro, descer progressivamente até a mão, com ajuda de palmadinhas regulares, repetir o movimento por toda a parte inferior do braço. Quando a criança abre a mão, distender o outro braço, a outra mão; fazer com quem ela acaricie o próprio corpo, o rosto, o rosto e mão da educadora.
Preucações: Nunca puxar nem esticar o braço do bebê, saber esperar e conseguir o relaxamento muscular, sua mão e seu braço devem estar bem maleáveis.
Finalidade: Obetr a abertura da mão através da descontração do ombro.


3) Cruzamento dos braços
Posição: Deitar a criança de costas no tapete de EVA. A cuidadora segura os antebraços da criança. Trazer devagar, pelos movimentos de descontração, as mãos da criança até os ombros opostos, cruzando-lhe os braços. Fazer com que a criança sinta o contrato do próprio corpo, acaricie os ombros, o tórax , o rosto. Distender suavemente as mãos da criança, estender-lhe um brinquedo, deixar que ela o manipule e olhe: um dia ela vai segura-lo.
Preucações: Preste sempre atenção no modo como você segura os braços e na leveza de movimentos.
Finalidade: Tomar consciência do corpo. Relaxamento.


4) Descontração dos braços
Posição: A criança deitada de costas no chão, na bola ou na mesa. Deixar que a criança pegue seus polegares ou segurá-la pelos antebraços: estender-lhe os braços para a frente e depois abaixá-los lateralmente, em cruz.
Preucações: Os braços devem ficar completamente esticados na altura dos ombros e levados delicadamente à posição dos braços em cruz.
Finalidade: Obter a extenção completa dos braços.


5) Descontração das pernas
Posição: A criança deitada de costas no chão ou na mesa. Segurar as pernas um pouco abaixo da articulação do joelho, balancá-las de leve. Alternativamente, por meio de tapinhas e de balanços, levar um joelho em direção ao peito, e depois o outro.
Finalidade: Obter a extenção das pernas e alongamentos dos músculos.


6) Extenção das pernas
Posição: A criança deitada de costas, no chão ou na mesa, com as pernas juntas. Com uma mão segurar a barriga das pernas e com outra sobre os joelhos, fazer progressiva e delicadamente com que as pernas se estendam horizontalmente. Colocar uma mão embaixo da planta dos pés (tornozelos em ângulo reto) e a outra por cima dos joelhos; estender pouco a pouc as pernas fazendo um movimento de baico para cima mas sem ir até o chão.
Preucações: Prestar atenção na posição da bacia; toda a região lombar deve ficar encostada na mesa. Nunca forçar as possibilidades do bebê pois é normal que a flexão dos membros inferiores vá diminuindo no decorrer dos primeiros meses.
Finalidade: Tornar mais flexíveis e mais longos os músculos das pernas.


7) Adução das pernas
Posição: A criança deitada de costas, no chão ou na mesa. Com as mãos colocadas em arco por baixo dos joelhos, através de balanças muito lentos e brandos, a mãe conduz progressivamente ao alongamento e afastamento das pernas.
Preucações: nunca forçar se houver resistência. Saber esperar o relaxamento.
Finalidade: Tornar mais flexíveis, mais longos e mais relaxados os músculos internos da coxa.


8) Jogo do rolo
Posição: No chão, deitar a criança de bruços com os braços por cima do rolo menor. Segurar a criança pelas coxas e pela bacia, empurrá-la levemente num movimento de vai e vem. Atrair-lhe a atenção por meio de um brinquedo.
Preucações: Sustentar a bacia ligeiramente.
Finalidade: Libertar os braços.


9) Movimentos dos pés
Posição: A criança deitada de costas. Segurar pelo cabo a escova de dentes. Provocar uma excitação ao longo da face externa da perna; passar a escova por trás do tornozelo a fim de obter um movimento de endireitamento e rotação do pé para o lado de fora. Excitar em seguida a face interna da perna, de modo a obter, de modo a obter um movimento de rotação para o lado de dentro. Quando você passar a escova sob a planta do pé, a criança abaixará o pé, crispando os dedos. Em seguida, passar a escova no peito do pé: a criança erguerá o pé e os dedos.
Preucações: Cada movimento pode ser feito quatro ou cinco vezes por dia, antes do banho, por exemplo.
Finalidade: Tomar consciência do corpo no nível dos pés. Tonificar os músculos do pé.


10) Movimentos abdominais 1
Posição: A criança de costas, no chão.
Finalidade: Tonificar os músculos abdominais. Fazer com a unha, sbore a barriga da criança, uma série de traços nítidos e precisos em volta do umbigo. Cada passagem da unha deve provocar, como resposta, uma contração abdominal.
Preucações: Após cada traço esperar pela reação da criança.


11) Movimentos abdominais 2
Posição: A criança deitadas de costas, no chão.
Finalidade: Regularizar as funções intestinais. Tonificar os músculos abdominais. Segurar com a mão interna, delicada mas firmemente, toda a massa abdominal. Deve-se sentir que a criança encolhe a barriga: retirar a mão imediatamente. Estimular a criança pela voz e gesto a fim de conseguir sua colaboração. Mostrar aprovação quando ela consegue.
Preucações: Fazer estes exercícios quatro ou cinco vezes na hora do banho. No caso de prisão de ventre fazer de 5 a 10 vezes, a cada troca de fraldas.


12) Movimentos respiratórios
Posição: No chão a criança deitada de costas com as pernas dobradas.
Finalidade: Aumentar a amplitude respiratória. Usar a respiração costal e fazer funcionar o diafragma. Fazer com os joelhos da criança uma leve pressão sobre sua barriga, provocando assim a contração dos músculos abdominais. Esperar que a criança solte a respiração através de uma grande expiração; relaxar a pressão. A criança retoma a respiração. Repetir quatro ou cinco vezes.
Preucações: Manter a pressão sobre os músculos abdominais apenas por alguns segundos.


13) Movimentos dorsais 1
Posição: No tapete, por a criança de bruços sobre a almofadinha cônica.
Finalidade: Tonificar os músculos dorsais. Da à criança a possibilidade de brincar, de apalpar o chão com as mãos. A criança se apóia nas mãos ou nos antebraços. Fazer-lhe uma carícia nas costas para que ela erga a cabeça e as costas.
Preucações: Escolher uma almofada proporcional ao tamanho da criança. Evitar a curvatura lombar.


14) Movimentos dorsais 2
Posição: Segurar a criança de encontro a si, com uma mão sustentando-lhe os joelhos e com a outra o busto. O espelho permite que a mãe verifique a posição de suas mãos e as reações da criança.
Finalidade: Reforçar os músculos da nuca e das costas. Fazer com que o ângulo de inclinação esteja de acordo fom a força da criança. Atrair-lhe a atenção para que ela erga as costas.


15) Virar/revirar
Posição: Deitar a criança de costas no tapete.
Passagem da posição de costas à posição de bruços: Com a mão direita da professora colocada em arco sob o joelho esquerdo dobrado da criança, manter com o punho a perna direita esticada no chão; dobrar-lhe o quadril esquerdo, levantar a nádega esquerda imprimindo-lhe um movimento de rotação para o lado direito. Com a mão esquerda colocar o braço direito da criança estendido para cima. Continuar o movimento de virar sobre a barriga, solicitando a participação da criança (dar-lhe tapinhas nas nádegas, atrir-lhe o olhar com um brinquedo) e sobretudo felicitá-la cada vez que ela faz um esforço.
Passagem da posição de bruços à posição de costas: Bem mais fácil. Abaixar o ombro da criança dobrando-lhe o braço direito por baixo do peito: a volta à posição de costas se realiza quase por si só. Nas primeiras vezes segurar a cabeça da criança para que não bate no chão. Repetir o mesmo movimento do outro lado. Segurar o joelho direito da criança com a mão esquerda.
Preucações: Para que a criança fique bem descontraída e segura, experimente os movimentos com boneca de pano. Mantenha sempre o quadril flexionado.
Finalidade: Esboço do movimento voluntário. Esse movimento torna-se logo natural. Cada vez que você trocar a criança, que lhe abotoar a roupa nas costas, em vez de virá-lo como um bife, procure proceder assim.

Comentários

  1. Boa noite Rudahyra Taisa.

    Sou formada em fisioterapia e achei super bacana.

    Gostaria, se possivel, saber de qual fonte você utilizou para realizar esta pagina de psicomotricidade par bebês.

    Desde já agradeço e espero retorno.

    Atenciosamente,

    Glaucia de Lima

    ResponderExcluir

Postar um comentário

O que achou?

Postagens mais visitadas